09/04/2017


Mulher Submissa




Por que eu gosto de mulheres submissas? Ninguém nunca quis realmente saber o porque, consideram seus próprios porques me taxando de machista, antiquado e até preconceituoso. Posso talvez possuir todas essas qualidades (que você diria ruins), mas não por gosta de mulheres submissas.

Quando falamos em submissão, o que vem a tona, talvez por causa dessa onda de feminismo atual, é esse conceito de submissão cruel onde a mulher perde seus direitos, oprimida por uma sociedade machista. Vista como objeto sexual, como sexo frágil de potencialidade limitada. A submissão de que falo, entretanto, não se encaixa neste contexto. A submissão que me desperta o prazer não é aquela subjugada onde o opressor elimina completamente o desejo pessoal do oprimido. Mas a submissão expontânea, por amor, por prazer.

O atraente não é a fragilidade e a obediência do submisso em si, mas o potencial de não o ser. Mandar, ser autoritário, qualquer um pode ser, mas se submeter a servir é uma qualidade especial. Se submeter a servir por vontade própria é algo ainda mais especial, eu diria até mesmo afrodisíaco. Assim como o meu prazer está no prazer da minha amada, igual prazer eu tenho quando sinto que é também o prazer dela, o meu.

Abdicar do próprio prazer, pelo prazer alheio é sexy, é afrodisíaco. Uma mulher que faz isso através da submissão me leva as nuvens. Não há mérito algum em realizar os próprios desejos, isso é fácil, qualquer um pode fazer. A beleza está em realizar o irrealizável, em amar o desprezível. A submissão expontânea só é possível para aqueles que se libertaram de um espirito egocêntrico de visão minimalista. Ter o poder de mandar, mas obedecer não é para qualquer um. Se é dado poder a alguém, então essa pessoa comumente se transformará em um demônio. Não é atoa que uma das maiores qualidades apreciadas por todos em Jesus Cristo era sua submissão incondicional. Apesar de ser o Filho de Deus, ele se abaixava diante dos pecadores e lavava seus pés.


A superioridade da submissão não é enxergada, ao contrário, descriminada. Para mim, uma mulher submissa é o que há de mais sexy e atraente. Ela me dará a difícil tarefa de satisfaze-la através da minha própria satisfação.  

CONTATO: umlugarescuro@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário